Vroomm

Vroomm...



Selecione uma página...

Max Angelelli vence em Barber Park


1

Tal como seria de esperar foi um Chevy Daytona Prototype o vencedor da prova. Foi o Chevy DP nº10 a cortar a meta em primeiro com Jordan Taylor a começar e  Max Angelelli a acabar o “trabalho” na perfeição
 
2
Mas o domínio dos Chevys foi mais longe ao colocar mais 2 nos lugares seguintes. Alex Gurney e John Forgaty no DP nº 99 ficaram em 2º e Richard Westbrook com Ricky Taylor em terceiro no DP nº90.
 
Num circuito onde ultrapassar não é assim tão simples e com apenas 2 horas de prova a estratégia ideal era colocar o mais cedo possível a gasolina suficiente para chegar ao fim .
 
Com uma situação de bandeira amarela a surgir ainda no primeiro  1/3  da prova foram várias as equipas que foram abastecer sabendo que teriam de parar mais tarde novamente. Não foi esse o caso do DP nº9 de João Barbosa que preferiu subir ao 2º lugar e esperar que voltasse a haver uma outra situação de bandeira amarela que lhe proporcionasse trocar de piloto, pneus e abastecer sem nunca mais ter que voltar às boxes.

3
O problema é que essa bandeira amarela nunca apareceu e o DP nº9 não só foi obrigado a parar para colocar combustível,  pneus e trocar de piloto indo o João para o volante como este teve que condicionar o seu andamento para poupar o precioso liquido que acabou por não chegar forçando o Português a passar pelas boxes a 2 voltas do fim para colocar mais algum no tanque que fosse suficiente para chegar ao fim.
 
O que poderia ter sido um pelo menos 4º lugar acabou num 9º lugar perdendo ainda mais pontos para os da frente. Mais uma vez são os ossos do oficio.
 
Todos os que usufruíram da bandeira amarela para colocar combustível acabaram por ter uma prova sem incidentes podendo andar sempre com o acelerador a fundo.
 
As equipas de mecânicos que foram mais rápidas nas boxes também deram uma grande ajuda,  que o diga o DP nº10 que se viu na frente depois de ir às boxes nunca mais largando esse lugar.

Deixe uma resposta