Vroomm

Vroomm...



Selecione uma página...

Denny Hamlin e penalizações da Penske


1

Denny Hamlin vai voltar às ovais este fim de semana. A Nascar deu o seu aval para este poder “competir” na prova que se vai realizar no domingo em Talladega.
 
“Competir” não é propriamente o melhor termo visto que o piloto norte americano vai apenas poder começar a prova e depois, com o surgir de uma bandeira amarela, “dar” o seu lugar a um outro piloto para que este possa acabar a prova.
 
Como o regulamento da Nascar permite estas trocas e baldrocas, Denny Hamlin vai poder somar pontos para o campeonato da Cup Series algo que já não acontece desde que teve o acidente na Califórnia na última volta enquanto lutava pela vitória com Joey Logano. Hamlin encontra-se, neste momento, em 28º com menos 198 pontos que o líder que é Jmmie Johnson.
 
Para finalizar, Hamlin vai ter que qualificar o seu Toyota para a prova, nada do outro mundo visto serem 2 voltas à super speedway com o acelerador a fundo e, depois, Brian Vickers deverá ser o seu substituto quando este sair do seu Toyota nº11 quando surgir a 1ª bandeira amarela na prova.
 
Será que esta 1ª bandeira amarela da prova vai surgir por detritos na oval  ???

 

2

 
Não está  fácil a vida para a Penske Racing e as suas 2 equipas que participam na Cup Series.

 
A história resume-se da seguinte maneira, os Fords de Brad Keselowski e Joey Logano foram  “apanhados a fazer batota” com partes da suspensão traseira dos seus Fords, a Nascar não gostou e penalizou-os por isso, a Penske Racing não gostou de ser chamada “batoteira” e recorreu. Para resolver este imbróglio,  as partes foram ouvidas por um júri, no passado dia 1 e este chegou à conclusão que a Penske foi para além do que está nos regulamentos e, por isso, decidiu manter as penalizações que são:

     

  • Paul Wolfe e Todd Gordon, chefes de mecânicos do nº2 e nº22 apanharam uma multa cada um no valor de $100.000, ficam suspensos das próximas 6 provas do calendário da Cup Series e ficarão em provação até 31 de Dezembro deste ano.
  •  

  • Jerry Keller e Raymond Fox, chefes dos carros nº 2 e nº22, Brian Wilson e Samuel Stanley, engenheiros das 2 equipas e Travis Geisler, gerente de ambos os carros ficam suspensos das próximas 6 provas do calendário da Cup Series e ficarão em provação até 31 de Dezembro deste ano.
  •  

  • Foram retirados 25 pontos aos pilotos Brad Keselowski e Joey Logano para o campeonato de pilotos;
  •  

  • Foram retirados 25 pontos aos donos dos carros, Roger Penske para o nº2 e Walt Czarmecki para o nº 22

 
Mais uma vez a Penske Racing não gostou do resultado e recorreu mais uma vez, sendo esta a última oportunidade para fazer valer os seus argumentos. A audiência terá lugar no próximo de dia 8, até lá, as equipas nº2 e nº22 poderão participar em Talladega a 100%  embora já se estejam a preparar para o pior através da preparação de outros elementos pertencentes à organização mas com outras funções.
 
Como nota, também a Joe Gibs Racing vai ser ouvida na próxima semana pelo júri após ter recorrido da severidade das penalizações que foram impostas à equipa nº 20 depois de ter sido encontrada uma das 8 bielas do seu motor com o peso abaixo do limite mínimo obrigatório.

Deixe uma resposta