Vroomm

Vroomm...



Selecione uma página...

Jamie Whincup vence a 1ª de 3 nos V8 Supercars


o arranque da prova

o arranque da prova

O campeão e actual líder dos V8 Supercars australianos não deu hipótese a ninguém na 1ª prova de 3 realizada no circuito de Hadden Valley perto de Darwin.

Nesta 1ª prova do fim de semana foi usado o formato 60/60 que não é mais do que uma corrida com 120 km dividida em 2 partes com 60 km cada e com direito a um intervalo de 15m pelo meio.

Jamie Whincup

Jamie Whincup

David Reynolds, que partia da pole com o seu Ford Falcon verdinho, acabou por dominar os 1ºs 60 km embora tenha perdido a liderança no arranque, recuperando-a umas curvas mais à frente. Jamie Whincup e o seu Holden foram sempre uma sombra “acabando” em 2º. Mark Winterbottom e Will Davison, colegas de equipa de Reynolds seguiram-se em 3º e 4º com Craig Lowndes a “acabar” em 5º e a ser a estrela da 1ª parte da prova ao conseguir recuperar da 10ª posição da grelha.

A 2ª parte da prova foi, não só com um arranque à Nascar, ou seja, em dupla fila com arranque corrido, como ainda, foi cheia de acidentes e incidentes com o safety car a entrar depois dos pilotos não se entenderem ainda na “1ª volta”. Um dos grandes azarados do acidente que envolveu vários pilotos, foi Craig Lowndes que teve estragos consideráveis no seu Holden sendo obrigado a ir às boxes voltando à pista e concluindo a mesma em ritmo de passeio.

David Reynolds, o azarado do dia

David Reynolds, o azarado do dia

Lá na frente e perfeitamente a borrifar-se para o que se passava atrás de si estava Jamie Whincup que, depois de conseguir ultrapassar David Reynolds depois dum arranque verdadeiramente excelente e  duma luta destemida com este, tornou-se o novo líder dominando o resto da prova como quis e cortando a meta em 1º.

Em 2º chegou Shane Van Gisbergen que “agradeceu” certamente a Mark Winterbottom por este se ter envolvido num incidente com o seu colega Reynolds depois de lhe ter tocado ao perder o controle do seu Ford quando o tentava ultrapassar. Com este deslize, para além de Reynolds ter acabado a prova em 14º, Winterbottom foi penalizado com um drive through acabando a sua em 22º lugar.

O último lugar do pódio foi para o Holden de James Courtney.

Tim Slade e o seu Mercedes a dar nas vistas

Tim Slade e o seu Mercedes a dar nas vistas

Bons resultados para o Nissan de Ricky Kelly que conseguiu o seu 1ª top 5 para a marca e, também, para a Mercedes que ficou logo a seguir com o seu 1ª top 10 com Tim Slade ao volante.

Amanhã realizam-se mais 2 provas, estas independentes uma da outra, com 35 voltas cada. Poderão acompanhá-las em directo pela net, ou então, lá para o fim da semana, poderão ver no Motorstv.

 

 

 

Deixe uma resposta