Vroomm

Vroomm...



Selecione uma página...
Artigos da etiqueta: Indycar Series

As fotos do fim de semana

Este foi certamente um fim de semana muito intenso de corridas, não só em quantidade, mas também em qualidade, ou não tivéssemos tido o GP do Mónaco, as 500 milhas de Indianapolis e a Coca Cola 600. Ler mais…


As fotos do fim de semana

Mais um fim de semana que passou e mais um álbum de fotos, onde se destacam os monolugares da Formula 1 e Indycar, os stock cars da Nascar, sem esquecer o WTCC e o WRC.   Ler mais…


Indycar Series 2014, o jogo

Pois é, também a Indycar Series vai continuar a ter o seu espaço no VROOMM, só que em 2014 deixará de ser apenas pela escrita, sendo alargado aos jogos de previsões, isto porque é um campeonato com corridas muito competitivas, onde a emoção vai por vezes ao milésimo de segundo e com muitos vencedores durante a época, o que torna o jogo mais interessante. Ler mais…


Fotos do fim de semana

Mas que fim de semana de corridas, onde tivemos um pouco de tudo, desde chapa batida até dizer chega, chapa por bater até dizer chega, corridas muito interessantes e outras que nem sequer aconteceram, enfim, foi mesmo um pouco de tudo. Ler mais…






Charlie Kimball vence em Mid-Ohio

Mais um piloto para a lista de vencedores pela primeira vez na Indycar Series em 2013, com Charlie Kimball a juntar-se a James Hinchcliffe, Takuma Sato e Simon Pagenaud.

 

Charlie Kimball a estrear-se nas vitórias

Charlie Kimball a estrear-se nas vitórias

 

Não foi a primeira nem a segunda, mas a quinta vez, que a equipa Ganassi venceu este ano e de uma forma consecutiva, com Scott Dixon, a vencer as 4 anteriores provas, fica a faltar Dario Franchitti, para que a vitória passe por todos os seus pilotos.

 

Foi uma brilhante vitória do piloto americano que se destacou no circuito de Mid-Ohio, que teve a particularidade de não ter tido incidentes que requeressem a presença do safety car em pista.

 

Simon Pagenaud terminou em 2º

Simon Pagenaud terminou em 2º

Foi também dos poucos pilotos que escolheu uma estratégia de 3 paragens nas boxes para troca de pneus e reabastecimento, o que o obrigou a andar sempre com o acelerador a fundo, enquanto os seus adversários preferiam apenas 2 paragens e um ritmo mais calmo durante a prova, na expectativa que uma bandeira amarela pudesse aparecer e os ajudasse mais tarde.

 

Também Simon Pagenaud foi dos poucos que preferiu a estratégia de 3 paragens e o resultado foi a luta pela vitória entre o francês e o americano.

 

Ryan Hunter-Reay a conduzir o pelotão para a partida

Ryan Hunter-Reay a conduzir o pelotão para a partida

Foi uma bonita luta que teve o seu climax quando Pagenaud saiu pela última vez das boxes e por uns instantes teve o 1º lugar, só que os pneus frios, um relaxar do piloto francês a somar à determinação de Kimball, foram os ingredientes decisivos, para que o americano arriscasse a ultrapassagem, que lhe levou a petiscar o sabor da bandeira de xadrez umas voltas mais à frente.

 

Vários foram os pilotos que estavam com uma estratégia de 2 paragens, mas que acabaram por passar às 3 paragens, só que o tempo perdido enquanto poupavam combustível na primeira parte da prova foi demasiado, aconteceu com Scott Dixon que terminou em 7º e Dario Franchitti, que terminou em 3º.

 

Hélio Castro Neves mantém-se na liderança

Hélio Castro Neves mantém-se na liderança

Will Power, que terminou em 4º, foi o primeiro na linha de meta que efectuou 2 paragens, o australiano acabou por conseguir ultrapassar o seu grande rival do dia, Ryan Hunter-Reay, enquanto ambos reabasteciam pela última vez, só que uma paragem mais prolongada do campeão em titulo, levou-o a perder a posição, acabando por terminar em 5º, depois de ter partido da pole position.

 

Mais um pormenor interessante nesta prova, foi ter havido apenas uma desistência, neste caso o infeliz foi Tony Kannan, que soube colocar o seu monolugar num local que evitou a entrada do safety car.

O resultado da prova poderá ser consultado  AQUI  .

 

Em termos de pontos, Hélio Castro Neves acabou por solidificar o seu primeiro lugar ao terminar em 6º, imediatamente à frente do seu maior rival, Scott Dixon.

Vejamos a tabela dos pontos para os 6 primeiros, depois desta prova e quando faltam 5 para acabar o campeonato:

 

  1. Hélio C. Neves – 453 pontos;
  2. Scott Dixon – 422;
  3. Ryan Hunter-Reay – 388;
  4. Marco Andretti – 377;
  5. Simon Pagenaud – 350;
  6. Dari Franchitti – 342;

 

Grande recuperação de Franchitti, que pé ante pé vem subindo nesta tabela, depois duma primeira fase de campeonato verdadeiramente desastrosa.

 

Para verificarmos como se irá desenvolver a luta entre, pelo menos estes 6 pilotos, terão que esperar até 25 de Agosto, altura em que decorrerá mais mais um grande prémio, neste caso no circuito convencional de Sonoma, na Califórnia.

 

 

AQUI fica um pequeno resumo da prova


Os Destaques da semana

Mais um fim de semana que passou e mais uma vez foram muitos os kilómetros percorridos.

A viagem começou em Silverstone para ver o Miguel Ramos no GT Open e de seguida, com a vitória do piloto português, fui todo satisfeito até aos EUA, para ver a Nationwide e os Indycars, acabando a noite no estado do Iowa a ver as carrinhas da Nascar.

Umas horas de descanso e quando acordei, como que por magia, estava na Alemanha onde vi o Miguel Oliveira que trouxe mais um top 5.

De volta a Silverstone e a primeira desilusão, o Corvette de M. Ramos não quis pegar, deixando o piloto frustrado dentro do carro e eu nas “bancadas”.

Mais uma viagem, desta vez para a Alemanha, onde vi uma prova do DTM cheia de episódios rocambolescos e depois, dei uma saltada até à prova da MotoGP.

Acabei o fim de semana no Canadá com os Indycars, mas antes dei uma saltada ao estado de New Hampshire, onde tive a oportunidade de ver uma corrida cheia de acção da Cup Series.

Foi assim o meu fim de semana em que cheguei às seguintes conclusões: Ler mais…